World Council of Churches

O Conselho Mundial de Igrejas é uma comunhão global que busca a unidade, o testemunho comum e o serviço.

Você está aqui: Entrada / Novidades / Assembléia de 2013: “Deus da vida, guia-nos à justiça e à paz”

Assembléia de 2013: “Deus da vida, guia-nos à justiça e à paz”

Assembléia de 2013: “Deus da vida, guia-nos à justiça e à paz”

Durante a oração de abertura da reunião do Comité Central, a Rev. Dr. Ofelia Ortega falou sobre as questões de justiça e paz, mais tarde escolhidas para o tema da Assembléia.

2011-02-22

“Deus da vida, guia-nos à justiça e à paz” será o tema da 10ª Assembleia do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), que acontecerá em outubro de 2013, em Busan, Coréia do Sul.

O tema foi escolhido pelo Comitê Central do CMI nesta terça-feira, dia 22, após um período de discussões que havia começado já no início do encontro, dia 16. Um “tema” não é apenas um mero slogan para uma Assembleia do CMI, pois oferece um foco para reflexão teológica, devocionais e meditações ao longo do evento, assim como para o planejamento das atividades programáticas antes, durante e depois da Assembleia.

O tema da 9ª Assembleia, que aconteceu em Porto Alegre, Brasil, em 2006, foi “Deus, em tua graça, transforma o mundo”. O tema para a 10ª Assembleia também é formulado em forma de oração.

A proposta para o tema de 2013 veio acompanhada pela referência ao texto bíblico de Isaías 42.1-4, que fala do servo do Senhor que não quebra uma cana rachada nem apaga um pavio que queima (v. 3) e que não será esmagado “até que a justiça seja estabelecida na terra” (v. 4)

O tema da 10ª Assembleia, como adotado, foi uma das duas sugestões apresentadas pelo Comitê de Planejamento da Assembleia. A alternativa, apresentada antes na reunião, era “No mundo de Deus, chamados a ser um”.

Ao longo do debate, muitas tentativas foram feitas por membros do Comitê Central para combinar, de um lado, as ênfases de justiça, paz e vida e, do outro lado, a unidade. O Rev. Olav Fykse Tveit, secretário-geral do CMI, nos momentos finais que antecederam a tomada de decisão, afirmou que “buscar a justiça e a paz é um chamado à unidade – e pode ser claramente interpretado desta forma”.

Carmencita Karagdag, da Igreja Independente das Filipinas, lembrou o Comitê Central que nem a palavra “justiça” nem “paz” apareceu nos “temas” das nove assembléias que já aconteceram desde que o Conselho foi fundado, em 1948.

Ao final, “Deus da vida, guia-nos à justiça e à paz” foi o tema adotado por consenso. A frase foi adotada na formulação em língua inglesa (God of life, lead us to justice and peace). Versões oficiais do tema, inclusive em coreano, serão coordenadas pelo CMI e anunciadas ao longos dos próximos dias e semanas.

“Estamos nos dirigindo ao mundo todo”, disse o Metropolita Mor Eustathius Matta Roham, acerca do conteúdo do tema. Membro tanto do Comitê Central como do Comitê de Planejamento da Assembleia, ele representa o Patriarcado Sírio Ortodoxo da Antioquia e de todo Oriente, localizado perto das fronteiras asiáticas da Coréia do Sul. “Este tema será lido em diferentes lugares, por cristãos e não-cristãos. Precisamos nos assegurar que o tema seja claramente formulado em todas as línguas”, acrescentou.

Veja também: Os comentários do moderador do Comitê Central, Walter Altmann, acerca das duas propstas de tema para a 10ª Assembleia aparesentadas.

Mais informação sobre a reunião do Comitê Central

Fotos da reunião