World Council of Churches

O Conselho Mundial de Igrejas é uma comunhão global que busca a unidade, o testemunho comum e o serviço.

You are here: Home / Novidades / Igreja-membro do CMI no Sudão do Sul lança material educacional sobre reconciliação

Igreja-membro do CMI no Sudão do Sul lança material educacional sobre reconciliação

Igreja-membro do CMI no Sudão do Sul lança material educacional sobre reconciliação

Crianças acenam antes do início de uma aula numa escola no acampamento de refugiados em Thok, no Sudão do Sul. Photo: ACT Alliance/Paul Jeffrey

12 February 2015

English version published on: 13 February 2015

A Igreja Episcopal do Sudão do Sul e a diocese de Wau, no Sudão, desenvolveram um curso chamado "Reconciliar - Avançando Rumo à Paz", que convida as pessoas a serem pacificadores nesta época de Quaresma.

A iniciativa da igreja chega em meio ao conflito no Sudão do Sul, que já afetou gravemente suas comunidades desde a independência do Sudão, em 2011.

Elaborado pela equipe da diocese de Wau, da Igreja Episcopal do Sudão e do Sudão do Sul, uma igreja-membro  do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), o curso engaja a comunidade em discussão e oração. O conteúdo oferece uma visão africana sobre o cristianismo e enfoca questões relacionadas à paz. O curso tenta estimular a participação, a descoberta e toca questões ligadas à fé. Os temas incluem o tribalismo, as causas do conflito, violência doméstica e a compreensão da paz.

O material pode ser obtido gratuitamente no website da diocese de Wau e é planejado para ser desenvolvido em seis sessões.

“Coisas horríveis aconteceram no Sudão do Sul. Coisas que precisam acabar para que possamos ter paz. Mas a paz não vem sem reconciliação", disse o Bispo Moses Deng-Bol, da diocese de Wau. "Este curso pretende mostrar a reconciliação tal qual ela 'e ensinada na Bíblia”, acrescentou.

“Esperamos ter uma celebração de Páscoa alegre e pacífica este ano. Trata-se de um tempo especial para nós. Por favor, lembrem-se de nós em suas orações e de todos os desafios que o Sudão do Sul tem diante de si, e especialmente dos pacificadores que trabalham para trazer a reconciliação para cada parte do país", disse Deng-Bol.

“O CMI demonstra apreço com a notícia do curso sobre reconciliação desenvolvido pela diocese de Wau. É uma boa contribuição para a implementação do convite feito pela X Assembleia do CMI, que convidou todas as igrejas a juntarem-se à peregrinação de justiça e paz", afirmou a Dra Isabel Apawo Phiri, secretária geral associada do CMI para Testemunho Público e Diaconia.

“Trata-se de um claro exemplo do ministério da igreja num contexto marcado por sofrimento. Tornamo-nos o canal da cura que Jesus oferece às comunidades que sofrem".

“Que Deus abençoe e expanda tais ministérios de cura a todas as comunidades onde o povo de Deus sofre por conta de conflitos internos e externos”, acrescentou Phiri.

Veja uma cópia de Reconciliar - Avançando Rumo à Paz

Igrejas-membro do CMI no Sudão e no Sudão do Sul